Tudo sobre Imóveis
TUDOsobreIMOVEIS Manutenção Pragas Declare guerra às baratas e saia vitorioso!

Este artigo recebeu 1104 votos.  Média: 
  3,6 de 5.
Voltar  volta para pagina anterior
22/5/2000

Barato é viver sem baratas!

As baratas assistiram ao fim dos dinossauros, mas você pode assistir ao fim delas, saiba como.


Dizem os especialistas que se o mundo acabar em uma explosão atômica apenas as baratas permanecerão para testemunhar os dias seguintes. Calma, não é preciso jogar uma bomba em casa para testar a veracidade da teoria. Nem tampouco subestime os malefícios causados pela convivência forçada com estes insetos.

As baratas são os mais antigos insetos a habitar nosso planeta. Sobreviveram ao cataclisma que extinguiu os dinossauros. Podem ficar mais de um mês sem comida e mais de duas semanas sem água. Ou seja, estamos falando de um inimigo duríssimo de matar.

No Brasil, apesar de existirem mais de 4000 espécies desse inseto asqueroso, apenas duas são consideradas pragas domésticas: a barata de esgoto e a francesinha. A primeira é capaz de viver até 4 anos, enquanto a segunda não vive mais do que 1 ano. Ambas preferem as frestas e fendas, locais onde passam cerca de 75% dos seus dias.

As baratas são animais necrófagos- alimentam-se de cadáveres de outros animais-, onívoros e noturnos. Portanto, se você avistou uma dessas pragas ambulantes à luz do dia, cuidado. O local provavelmente deve estar infestado delas.

Como já vimos a barata é mesmo um animal difícil de matar, mas não é imortal. Para abreviar a passagem dessas pragas sobre a Terra, melhor dizendo, perdoem-nos os ecologistas de plantão, sobre o piso de sua casa, um bom começo é evitar o acúmulo de detritos e restos de alimentos sobre as pias e pisos da cozinha. Não é o suficiente para exterminá-las, pois, mesmo materiais que consideramos não-alimentícios, como cola, sabões, suor e papelão, são fontes de carboidratos: um verdadeiro banquete para as baratas.

Eliminar eventuais esconderijos de baratas, vedando frestas e outros espaços pequenos e úmidos, diminui em muito a oferta de "moradias".

Evitar a entrada de caixas de papelão, o acúmulo de jornais e revistas serve bem à tarefa de reduzir as chances de se deparar com o inseto.

Alimentos levados ao forno devem ser sempre colocados em um recipiente que evite o transbordamento de líquidos.

Realizar detetizações regulares é a melhor forma de prevenção contra os riscos oferecidos pelas baratas e outras pragas. Existem inúmeros métodos que possibilitam a aplicação dos inseticidas sem a necessidade de remoção de pessoas ou animais durante a aplicação.

Aos poucos que pensam que a barata é um animal nojento, mas não oferece riscos à saúde humana, vale informar que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), estes insetos são agentes transmissores de doenças causadas por bactérias, como a furunculose, lepra, tuberculose, poliomielite e a diarréia.  



O que você achou desse artigo ?
 Fraco  Excelente   
  1 2 3 4 5  



  · TUDOsobreIMOVEIS.com.br
Home
   Aluguel | Apoio Jurídico | Compra e Venda | Condomínio | Construção | Decoração
   Financiamentos | Harmonia | Manutenção | Mudanças | Reformas | Seguros | Tecnologia


Copyright © 2000-2010 - imovel-on.com
contato: call@tudosobreimoveis.com.br